Data lista de ideias noite

Amizade, Sexo E a escolha das Mulheres.

2020.08.16 20:32 AltinoAlagoinhas Amizade, Sexo E a escolha das Mulheres.

Ok, textão pq eu não tô sabendo organizar essas ideias na minha cabeça.
Primeiramente, eu sou um cara relativamente "presença" eu tenho 1,89 de altura, isso é relevante pois aqui na cidade onde eu vivo o caras não são tão altos e isso combinado com eu ser jogador de Vôlei em uns times amadores por aqui, meio que me dão uma certa vantagem em conseguir atenção de mulheres. Eu não tenho talento suficiente pra ser profissional e altura não é tudo, mas eu gosto de jogar.
Recentemente meu namoro acabou e eu comecei a refletir mais sobre minha posição e atitudes e como eu sou percebido por homens e mulheres e se isso esta me impedindo de manter um relacionamento solido.
Do ponto de vista dos meus amigos homens, eu tenho a vida que eles pediram a Deus e não ganharam na loteria. Eu tenho relacionamentos bem curtos,, variando de semanas a meses, onde esse ultimo foi o mais longo uns 10 meses e o Covid foi o que provavelmente deu essa vida extra. E nesses períodos sem relacionamento eu sou um tanto quanto bem eficaz em conseguir sexo casual(digo não mais que algumas transas com cada pessoa).O que desperta uma certa inveja nos caras, eles me elogiam e brincam, mas eu sinto o tom de rancor escondido por trás das brincadeiras e que as vezes escapam quando eles estão mais alcoolizados.
Uma vez eu cometi o erro de tentar animar um camarada que tava sofrendo depois de uma serie de rejeições, ele veio com "tu pega todo mundo e eu não pego nem as sobras" e tentei dizer algo assim "Calma, isso não é uma competição,qualquer hora vc se da bem,podia aproveitar pra malhar um pouco e etc". Pra que eu fui dizer isso, o cara ficou em tempo de chorar de raiva,"Não é competição pra vc que é um gigante e as mulheres fazem fila, nenhum treino no mundo vai me deixar mais alto ou bonito". Na hora eu não entendi o que eu falei de errado, depois eu vi que ele entendeu o que falei como pena pela inabilidade dele de conseguir atrair mulheres.
Aqui eu tenho que dar um contexto, aqui no meu circulo de amigos,talvez essa cidade (não tenho como saber), tem essa crença entre os homens que é mais fácil transar de cara(logo nos primeiros encontros) com uma mulher que não gosta de vc, mas te acha sexualmente atraente do que se ela tiver intenção de te namorar, a logica por trás disso é que ela pode sentir desejo pelo cara, mas não gosta dele como pessoa ou acha que vai ser traída o que deixa ela livre pra "dar" de primeira sem se preocupar se o cara vai perguntar se ela chegou em casa bem no dia seguinte. E tem os caras que elas tem intenção de criar algo solido e esses vão ralar pra levar elas pra cama,pois elas tem medo de ser vistas como fáceis. No geral nunca me importei com isso pq com o tinder outros app e o modo mais agressivo que as mulheres se aproximam de mim faz essa teoria soar muito machista e produto de ressentimento de caras rejeitados.
Mas ai uma semana atras, essa conhecida minha da academia começou a falar de amizade e sexo e então descobri que ela é lésbica, e na conversa ela disse que era opção pessoal dela nunca se envolver com amigas que ela não quisesse perder, mesmo existindo o conceito de amizades com beneficio(que ela abomina) e tal ela só se relacionou com 2 "amigas" que ela não se importava em cortar relações,o argumento dela é que relacionamentos sexuais dificilmente acabam amigavelmente e ela não quer correr esse risco com amigas que ela preza muito.
Enfim, essa duas ideias tão se chocando na minha cabeça agora, pq eu tô achando que eu sou vitima disso, que as mulheres já se aproximam de mim achando que vai ser só pra passar uma chuva(com medo de ser traídas ou simplesmente não gostam da minha pessoa mas me acham atraente).O que meio aponta pra ideia dos caras, nesse últimos 3 anos eu tive muitos casos de "uma noite" onde eu nem sei se fiquei no final da lista de contatinhos delas. Eu não uso Apps de encontros onde ´sexo casual é supostamente a norma, Meus encontros são sempre da academia, trabalho, cursinho e etc. O que deveria facilitar relacionamentos sólidos.
Eu sei que um relacionamento depende de inúmeros outros fatores, mas se os meus ja começam com data pra expirar, vale a pena investir nisso?
É isso, quem leu até aqui sem ficar entediado agradeço, quem se decepcionou foi mal. só precisava escrever pra tentar organizar melhor minha mente, pq segunda eu volto ao batente.
submitted by AltinoAlagoinhas to sexualidade [link] [comments]


2020.04.04 12:04 brewingwally Q&A Interview with the DEVS - DRLUPO (Translated PT-BR)

Hey peeps,
I haven't seen one in English yet but I was aiming to have a translated (summarized) transcript of the interview that happened last night on DrLupo's channel on twitch. My goal was to spread that information to the Brazilian community since I know this is, most likely, going to be huge in Brazil and in the world - to be honest.
For reference, the VOD link: https://www.twitch.tv/videos/582471212?t=06h52m10s
All in all, you will find the transcript below. It is not word for word but I believe it is a good concise version of the interview.

---------------------------------------------------------------
Galera BR,
Resolvi postar o transcript dessa entrevista com os DEVs que aconteceu no canal do DrLupo ontem à noite. Não é uma tradução de palavra por palavra porém algo mais resumido. Espero que esteja claro e minha tradução foi bem mais resumida mesmo até porque foi uma conversa bem informal. Caso tenha interesse, o link está aí acima.

Terminei tudo por volta das 5 da matina então me desculpem por erros de português. Vou dar uma olhada assim que puder e arrumar os errinhos bobos.

O intuito conforme dito acima é disseminar informação. Tem muita pergunta boa e respostas boas que confirmam muita coisa. Eu to numa hype danada pra esse game e creio que muita gente esteja no mesmo barco. Pronto. Vamos à elas.

1) Quanto tempo eles pretendem ter o closed beta para valorant e no dia 7 de Abril, quantas keys ou accesso serão disponibilizados para players?
Não temos um número exato, porém nós estamos lançando o game no verão. No dia 7 iremos começar a deixar mais jogadores entrarem no closed beta. Não temos um número certo, porém será mais do que o dobro de hoje (25k segundo a internet).
Após o dia 7 de Abril, eles vão continuar liberando acesso dias após para aumentar o número de jogadores na closed beta.
2) Qual é o modelo financeiro sendo que o game é free to play? Como que a RIOT vai fazer $$$?
O plano de monetização vai ser parecido com o que é implementado em League of Legends, basicamente no escopo de comésticos. O plano que eles tem envolve ter um passe de batalha.
* No pay to win* RNG Loot boxes não estarão no game.
3) Quais seus planos para Ranqueadas?
Também chamado de "Ratings", não estará disponível no dia 1 quando o closed beta for lançando. Estará disponível um pouco mais adiante porque eles querem que os jogadores foquem em aprender o game sem a pressão de ranqueadas.
4) Qual é o processo de matchmaking?
Tanto para casuais ou ranqueadas, jogadores poderão criar grupos de até 5 pessoas e procurar partidas da mesma forma.
5) DrLupo - "Então se eu procurar partidas sozinho, terei chances de encontrar partidas contra um grupo fechado de 5 pessoas?" ?
Sim. Porém existem alguns detalhes do processo por trás do panos para melhorar a experiência dos jogadores e ajudar a balancear as partidas.
6) As Ranqueadas são baseadas em algum processo que jogadores já conhecem ou foi algo novo criado do 0?
Um pouco dos dois. Algumas coisas foram tiradas do League of Legends e outras foram adaptadas ou criadas para esse game em específico.
7) Número de Mapas quando for lançado?
4 Mapas.Eles querem focar em menos mapas porém de qualidade. Não querem ter 20 onde os jogadores odeiam 17.
8) Número de agentes?
10 quando o closed beta for lançado. Eles não tem um número certo para o lançamento ainda.
9) Vai rolar open beta?
Dificilmente. Querem explorar apenas o closed beta.
10) Data de lançamento para o game? ou continuamos com o lançamento no verão?
Continuam com a previsão de lançamento no verão mesmo com as circunstâncias negativas do momento.
11) O game tem aim assist?
Não.
12) Vocês tem planos para dar suporte a jogadores com controles?
Existe um suporte básico, porém nada além disso.
13) Planos para consoles?
Estão extremamente focados no PC. Estão prototipando para ver se é possível porém eles não querem lançar algo em outras plataformas onde acham que a estratégia competitiva pode sofrer consequências. Eles vão continuar explorando para ver se é possível no futuro.
14) Planos para MacOS?
Sem planos para MacOs. O foco é só PC.
15) Como que o backend funciona? Network supersampling e o tick do servidor?
(Houve uma explicação de como isso tudo funciona)
Resumo:
- Tick do servidor vai ser 128.
- Se alguém está com problemas de conexão, o servidor deles vai tentar prever aonde esse jogador vai estar sem dar a sensação de que o jogador está desaparecendo na sua tela e reaparecendo em outro lugar.
- Segundo eles, a sincronização entre o game cliente e o servidor vai ser quase idêntico. Isso significa que quando o jogador der um tiro, raramente terão a sensação de que o tiro não foi registrado. Exemplo: você claramente acertou o tiro no boneco, mas nada aconteceu porque o servidor ignorou o registro.
16) Já fizeram testes globais de conexão?
Já fizeram testes em muitas áreas e problemas sempre irão existir. O problemas que já foram detectados, já foram resolvidos. Esperam poder testar mais e mais áreas durante o closed beta para testar se o que construíram está funcionando corretamente.
17) Planos para a expansão de servidores para evitar latência?
Eles querem primeiro entender o porque existe a latência e tentar resolver da melhor forma possível. Sim, expansão está nos planos.
18) Regiões? América Latina? E outras regiões?
O plano sempre foi lançar o game no verão na escala global. Vão continuar a introduzir mais regiões nos próximos meses. No closed beta, eles gostariam de testar mais regiões porém, com com a pandemia do CODIV-19 no planeta, os planos estão sendo adiados porque dependem de seus parceiros para ajudar a montar a infraestrutura.
19) o matchmaking de jogos causais também são baseados em skills?
Sim!
20) ANTI-CHEAT e o sistema chamado Fog of War?
Resumo: Tem um time dedicado para montar um sistema para conter os hackers e o sistema chamado fog of war, basicamente esconde as informações de outros jogadores no seu game cliente até que eles estejam perto o suficiente, impossibilitando ou dificultando bastante o uso de wallhacks por exemplo.
21) Planos para novos agentes, mapas, e armas?
Sim, temos para agentes e mapas. Para armas, não por enquanto a menos que exista alguma oportunidade durante o lançamento.
22) Ainda sobre anti-cheat, qual que é a política de assédio no game? Existe alguma maneira de reportar jogadores? Vocês tem explorado bans por hardware também?
Estão explorando bans por hardware e estão levando super a sério os bans nos hackers para manter a integridade competitiva no game. Assédios serão levados a sério e existe um sistema in-game. O grande foco é impedir que jogadores quebrem ou perturbem o game dos outros.
23) existe alguma opção parar impedir de jogar com o mesmo jogador várias vezes? Existe alguma função para bloquear de jogar com certos jogadores?
Vão explorar mais a frente. Resposta não tão clara. A respeito de game com hackers, assim que for detectado pela RIOT, o game vai parar. O hacker vai sofrer as consequências e a partida não vai contar.
24) Ajuste de FOV?
Todos estarão na mesma escala que vai ser 103. O intuito, de novo, é focar no competitivo e existe uma certa vantagem em poder ajustar o FOV do seu game client.
25) Suporte para Resoluções? Ultra wide? 4:3? 16:10?
Não vai ter suporte para 4:3 esticado ou stretched. 16:9 e 16:10 ta incluso. A razão por não dar suporte a resoluções esticadas são as mesmas usadas no FOV. Para não esticar os pixels na tela e dar uma vantagem a jogadores.
26) Planos para modo de espectador? Ou modo replay?
Sim, eles tem planos para ter um modo espectador quando o game for lançado e querem explorar a funcionalidade de Replay só depois do lançamento.
27) Planos para modo criativo como em Fortnite? Surfing e outros? Vai ter uma lista de servers?
Não existe lista de servers. Tudo vai rodar nos servidores de RIOT. Não existe planos para modo criativo ou etc no momento.
28) Suporte para daltônicos?
Sim, a funcionalidade já está presente.
29) Existe algum suporte para jogadores cegos? Visualização de som?
Estão explorando formas de ajudar jogadores a entender os sons dentro do game. Algumas coisas são bastante visuais.
30) streamer mode? Escondendo seu nome e de outros jogadores?
Estão explorando mas ainda não sabem quando estará pronto.
31) E jogadores que quitaram no meio do jogo? Ou perto do final?
Estão testando algumas funcionalidades já. Por exemplo, quando detectarem um jogador está afk ou outra que se desconectou, como eles vão garantir que o time dessa pessoa que saiu vai conseguir continuar com o game de uma forma sustentável? Para achar a melhor forma, vão precisar de feedback da comunidade.
Pessoas que saírem vão receber uma penalidade.
32) Certamente existe um grupo de crianças que irá tentar derrubar os servidores no dia do lançamento? A RIOT está preparada pra isso?
Sim. Se prepararam da melhor forma possível. Em adição, estão levando consigo a experiência adquirida em 10 anos de League of Legends.
33) Existirá alguma variação entre sensibilidade do mouse em vertical ou horizontal?
Por agora, só existe um ajuste global para ambos. Porém, estão dispostos a viabilizar dependendo da reação da comunidade do game.
34) Base de dados da RIOT. Existirá alguma API pra facilitar o job de alguns sites na coleção de estatísticas e etc?
O time da RIOT está trabalhando duro para fazer isso acontecer. Ainda não tem uma data específica, porém esperam estar pronto durante o lançamento.
35) Quais são os planos da RIOT para a frequência de atualizações do game?
Ainda não tem um plano certo, porém sabem que querem lançar dois tipos de updates: hotfixes e updates de balanceamento. Os planos são para faze-los frequentemente.
36) Planos para mudar a posição das armas no seu agente? Por exemplo, altera a visão para a mão esquerda?
Estão olhando por enquanto. Não foi algo que foi construído desde o início, porém viram que jogadores tinha uma preferência depois de um tempo. Não sabem se estará presente durante o lançamento ainda.
37) Planos para desabilitar quando a arma reflete o movimento do jogador (indo pra cima e pra baixo o tempo todo) ? (Por exemplo: o movimento da cabeça do seu herói no Apex legends)
Vão conversar entre si pra viabilizar a funcionalidade.
38) Quando você está mirando com a sniper, um pontinho vermelho aparece no centro da mira e desaparece quando você se move? Existe alguma maneira de trocar essa funcionalidade entre si? Quando você se move, o pontinho vermelho aparece e quando você para desparece?
Certamente podem dar uma olhada e ver como podem melhorar.
39) Planos para por LORE no game? Muita gente gosta de criar uma conexão com seus agentes e entender suas histórias
Sim. Eventualmente. Querem que os jogadores foquem em aprender o jogo e joguem por enquanto. Também reconhecem que os jogadores gostam de saber mais sobre os agentes, então vão introduzir o lore com o tempo.
40) Outras empresas com Bungie, gostam de por infográficos e roadmaps para suas comunidades a respeito de seus games. A RIOT tem planos parecidos?
Já conversaram entre si a respeito dessa ideia e gostariam de se tornar previsíveis a ponto de poder fazer o mesmo. Ainda não podem prometer algo assim, mas querem chegar no mesmo patamar.
41) Existe planos para por algum website onde jogadores podem chegar o status dos servidores da RIOT?
Estão pensando em soluções para resolver esse problema para jogadores e sabem da importância e querem construir algo que dê essa visibilidade para a comunidade.
42) Existe suporte para jogos em LAN?
É difícil dar suporte para algo assim e o foco deles é totalmente diferente levando em consideração que tudo é conectado a conta da RIOT. Não ficou claro, porém existe a possibilidade.
43) Mouse acceleration? Aceleração de mouse?
Não
44) Planos para outros modos de jogos que já foram vistos nas streams?
Não podem comentar ainda.
45) Planos para detectar contas smurf ou boosting?
Sabem que smurf pode ser um problema e estão trabalhando em como detectar logo cedo contas smurf e parte disso já está implementada em seus servidores no sistema de matchmaking. Por fim, estão sempre a procurar de formas a melhorar a experiência dos jogadores.
46) existe algum sistema para a votação de mapas?
Por enquanto não por conta do número baixo de mapas. Estão abertos a introduzirem essa funcionalidade dependendo da quantidade de mapas no futuro.
47) E-SPORTS?!?!
RIOT estará publicando diretrizes de torneis em breve inicialmente. Querem saber o que a comunidade quer do game em relação a esports. A RIOT tem bastante experiência já e querem saber e entender o que a comunidade quer esperar e ter do game. Confirmaram que já estão pensando e confirmaram que deveriam investir nisso, porém não querem forçar na comunidade.
48) Partidas personalizadas?
Sim!
49) Existe algum tipo de restrição de idade para campeonatos no futuro?
Não tem a menor ideia ainda. Não estão nesse ponto ainda.
50) Caso você tenha conseguido entrar no closed beta, você vai ter algo em especial te aguardando dentro do game? Algum cosmético ou coisa?
Sim. Tem uns negócios lá (não foi comentado se é um cosmético ou não). Eles sempre gostam de retribuir a aqueles que estão ajudando-os.
51) Existe planos para skins de armas e agentes?
Skins de armas, certamente.
“Skins de agentes é complicado. A inclinação é dizer: sim, certamente teremos. Porém temos que pensar na naturalidade do cenário competitivo. A menos que consigamos fazer da maneira correta, não iremos adiante para não cagar no game.”.
52) Planos para eventos dentro do game? Baseado em estações? Etc?
Sim.
“Nós adoramos festas! Sim!”
53) Vocês estão batendo de frente com CS:GO. Algumas coisas estão sendo executadas de forma espetacular e outras nem tanto em comparação com CS:GO. O jogo foi inspirado em CS? Vocês têm o intuito bater de frente com CS? Lupo diz – “Nós nunca vimos ninguém construir um tactical shooter assim antes. Nunca. Vocês são os primeiros a fazerem isso!”
u/riotsupercakes – “Nós não conversamos a respeito do que o sucesso seria caso tirássemos CS:GO da jogada ou se tirássemos todos seus jogadores. Não é assim que trabalhamos. Nós temos várias pessoas no nosso time que jogam CS religiosamente e eles amam o jogo e nós estaríamos mentindo caso disséssemos que não houve inspiração em CS. Eu não quero tenhamos essa imagem que nosso objetivo é destruir o CS. Não é assim que pensamos e não é seu objetivo.”
u/riotziegler – “Nós estamos desenvolvendo esse game justamente por amamos esses games. De repente é um pouco ingênuo de nossa parte porque jogadores irão fazer comparações... nosso objetivo é criar um tact-shooter que abraça mais a criatividade que jogadores trazem para o game.”
54) Última: Caso você perca a conexão e caia da partida, você pode voltar?
Sim!
submitted by brewingwally to VALORANT [link] [comments]


2020.02.28 12:01 rfgamaral Mega-tópico de feedback ao serviço e aplicação moey!

Olá a todos,
Desde que comecei a usar o moey! há pouco mais de 1 mês atrás que tenho reunido algum feedback sobre o serviço e aplicação (versão Android) que gostava de partilhar com a comunidade e também com a equipa do moey! (todo este feedback irá seguir por e-mail para [[email protected]](mailto:[email protected])).
Pretendo com este tópico reunir diversas sugestões, opiniões, bugs, melhorias e muitos dos pontos que irei apresentar já de seguida foram angariados com base em opiniões de amigos ou comentários noutras redes/fóruns. Outros pontos serão sugestões minhas que certamente nem todos vamos concordar. Se algum desses pontos for muito controverso e a maioria não concordar com ele, considerarei remover o mesmo da lista abaixo.
A minha ideia é, sempre que me for possível, manter este tópico actualizado com adição de novos pontos ou remoção de funcionalidades implementadas, corrigidas ou deixar de fazer sentido. Se a moderação deste subreddit achar por bem colocar este tópico como sticky, eu não me oponho.
Vamos então começar...

Funcionalidades (Visuais)

Funcionalidades (Conta)

Funcionalidades (Cartões)

Funcionalidades (Aplicação)

Funcionalidades (Android)

Funcionalidades (MB WAY)

Funcionalidades (Goals)

Funcionalidades (Grupos)

Funcionalidades (Estatísticas)

Funcionalidades (Segurança)

Strings de Texto

Bugs

Como devem ter calculado, a minha inspiração para muitas das sugestões acima vêm de outras soluções que já estão no mercado há mais tempo que o moey! (tais como o Revolut, N26, Monese e Monzo) e que na minha opinião implementam algumas das funcionalidades ou detalhes visuais de uma forma mais atraente que o moey!.
Mas o moey! também tem algumas vantagens que nenhum das outras têm e ainda por cima é uma aplicação Portuguesa. Com este meu mega-tópico o grande objectivo é tornar o moey! na melhor solução de banco digital entre todas as listadas acima e outras que certamente irão aparecer no futuro.
Tudo que está acima descrito são opiniões e sugestões e no mínimo espero que sirvam de incentivo e motivação para trabalhar em melhorar cada vez mais o moey!.
Todo e qualquer tipo de feedback a este tópico é bem vindo :)
submitted by rfgamaral to moey [link] [comments]


2019.10.10 19:41 simonekama Ideias para bares terem mais clientes e marketing digital para restaurante.

Ideias para bares terem mais clientes e marketing digital para restaurante.
Marketing digital para restaurante através da Rush Eventos e diversas ideias para bares trazer mais clientes para o estabelecimento.
Primeiro temos que arrumar a casa, tanto do bar quanto do restaurante e aí vão algumas dicas importantes:

Ambiente agradável é uma das ótimas idéias para bares que ajudam a cativar o cliente.

Um dos pontos mais importantes em um estabelecimento voltado para o entretenimento é o ambiente. O local precisa ser convidativo, bem decorado e estimular o consumidor a ficar mais tempo (e desejar voltar). Por isso, é preciso prestar atenção em todos os detalhes.
Confira a seguir algumas dicas imperdíveis para garantir que o ambiente seja impecável.

Entretenimento.

Sair para jantar e escutar uma boa música ao vivo é bastante prazeroso, mas sair para jantar e não conseguir nem se comunicar com o garçom é bem frustrante. Se você for oferecer forma de entretenimento tal como música ao vivo, garanta que está fazendo um bom trabalho e não atrapalhando seus clientes, com um volume adequado e com mesas longe o suficiente para aqueles que não estão ali pela música.
Indo mais a fundo na questão de entretenimento, tem muitas opções que você pode utilizar para chamar atenção do público atual e ainda atrair um novo público ao seu estabelecimento.

Crie um diferencial para o seu restaurante.

O mercado está cheio das mesmas coisas. Para sobreviver à concorrência, não basta ser apenas bom, é preciso ser diferente e único naquilo que faz.
O seu restaurante possui algum diferencial? Abrange alguma característica que o torna melhor que os outros?
Saiba que um diferencial inovador é o que vai torná-lo uma referência junto aos seus clientes e colocá-lo a frente dos seus concorrentes.
Esse diferencial pode vir a partir das várias estratégias de marketing aliadas ao uso das novas tecnologias disponíveis no mercado, como:
  • um aplicativo próprio para reservas, pedidos ou pagamentos on-line via mobile;
  • ou um cardápio eletrônico com design que destaque a sua comida e faça os seus clientes salivarem só de olharem para ele.

Use a geolocalização para segmentar clientes

Lembra-se da frase “quem não é visto não é lembrado”? Então, se o seu restaurante não estiver cadastrado em algum aplicativo que possa facilitar a sua localização, dificilmente conseguirá ser encontrado por um usuário.
A geolocalização pode potencializar o seu marketing de indicação, pois você pode incentivar os seus usuários a falarem bem do seu restaurante e da sua comida, conquistando, assim, novos clientes.
Hoje, as pessoas utilizam a internet para quase tudo, inclusive para localizar os melhores restaurantes especializados em gastronomia diferenciada.
Mas o que você talvez não saiba é que é possível aproveitar o IP ou GPS dos usuários para entender melhor os seus perfis de consumo — e, assim, acompanhá-los e segmentá-los mais facilmente.

Como ampliar a propaganda de bar com a Rush Eventos.

Idéias para atrair clientes para o bar através da Rush Eventos. Uma empresa que tem conhecimento e experiência para trazer mais clientes para o seu negócio. Oferecemos serviços para seu estabelecimento ampliar a captação de aniversários, público em geral, criação de artes e desenvolvimento de sites profissionais para bares.

Atraia clientes para o bar através de aniversários.

Você deve saber que uma das coisas que mais traz clientes para sua casa, é ter muitos aniversários marcados e é aí que a Rush Eventos entra, nós temos um sistema que traz muito mais aniversariantes do mês pro seu estabelecimento.

E como funcionam essas ideias de bares através desse sistema de aniversários?

Vou citar como exemplo, a região da Grande São Paulo. Possuímos o pacote Starter que atinge média de 25 mil aniversariantes do mês, a ação é feita na sua própria página do facebook e você administra os resultados.
E se você quer ter mais de aniversários, temos o sistema Plus que atinge média de 50 mil aniversariantes do mês ou o sistema Ultra para média de 60 mil aniversariantes e de quebra, você ganha COMO BRINDE, dicas com as duas condições que mais atraem aniversários para bares.
Nós fazemos tudo por você. Seleção de público, criação de artes, filtro somente para aniversariantes do mês e sistema interno Mastercomm para otimizar em até 75% os resultados.
Onde encontrarei os resultados dos sistemas de Aniversários?
Os sistemas de Aniversários da Rush Eventos são feitos na página do Facebook do seu próprio estabelecimento e você terá acesso direto aos resultados.
É necessário eu realizar o atendimento em nossa Fan Page ou Perfil no Instagram?
Sim, a Rush Eventos possui produtos para melhorar seu relacionamento com o cliente, porém, você precisa atender a página. E nada melhor do que quem está por dentro do dia a dia do estabelecimento para poder atender corretamente. Em nosso pacote de promoter de festa digital com o gerenciamento de ações de marketing você irá receber dicas de como atender com mais eficiência.

Qual a diferença de ideias para bares e Baladas para Restaurantes?

No caso de Bares e Baladas o nosso foco é sempre um público com interesse na vida noturna e festas. Já para Restaurantes, buscamos público interessado em gastronomia e até famílias e casais.

Invista em um site funcional.

Responda estas 3 perguntas básicas:
  • os seus clientes ou outros usuários conseguem encontrar o seu restaurante online?
  • o seu site está bem otimizado para facilitar a navegabilidade dos usuários?
  • você tem um blog com conteúdos relevantes que possam atrair mais clientes?
Se não puder responder “sim” para as perguntas acima, está na hora de repensar a forma de fazer marketing para o seu restaurante.
Atualmente, sem investir em estratégias de marketing online, o seu restaurante não passará de um simples negócio sem futuro e sem expectativa de crescimento.
Procure construir um site funcional, convidativo e que atenda às necessidades dos seus usuários.

Desenvolvimento de sites profissionais para servirem de aliados no marketing digital para restaurante.

Nós somos especialistas em desenvolvimento de Sites para Bares, Restaurantes, Baladas e Lounges!
Permita que seus clientes façam reservas online, insiram lista de convidados para aniversários e deixem seu nome na lista de forma totalmente automatizada, como se fosse uma hostess que ainda coloca sua lista em ordem alfabética.
Com poucos cliques você divulga em seu site sua programação da semana e promoções especiais deixando o público a vontade para participar.
Todos nossos Sites são desenvolvidos para Smartphones, Desktops e Tablets.

Outras ótimas ideias para bares são as promoções.

Além do happy hour, as promoções num geral são ótimas para aumentar o seu faturamento médio, e ainda mais: elas se mostram bastante eficazes em atrair (e manter!) clientes por perto. Promoções diárias, em datas comemorativas ou em dias de eventos especiais (se o seu estabelecimento faz transmissão de evento esportivos, por exemplo) são sempre bem vindas.
Promoção para cliente-fidelidade também é uma boa opção a considerar para o seu estabelecimento. Todo mundo costuma ter um bar ou restaurante preferido e, se você investir em alguma promoção para clientes fiéis, eles irão frequentar o local ainda mais vezes!

Atendimento Excepcional

Todo empreendedor sabe: o seu foco deve ser na experiência do cliente, sempre. Por isso, providenciar um ótimo serviço é uma das melhores dicas sobre como atrair clientes para um bar.
Para isso, é preciso garantir que sua equipe seja bem treinada e esteja motivada. Lembre-se: trabalhadores que se sentem reconhecidos e importantes sempre atendem com um sorriso no rosto.

Aí vai uma dica muito importante para restaurantes:

Utensílios de qualidade

Para que a experiência do cliente seja sempre agradável, é importante apostar na qualidade e beleza dos utensílios oferecidos. Os copos, pratos e talheres, por exemplo, devem estar sempre limpos e em ótimas condições.
Outro detalhe importantíssimo são os guardanapos de papel. O ideal é oferecer itens que possuam uma ótima capacidade de absorção, como os produtos da Relevo.
Considere que, lidando frequentemente com bebidas, é inevitável que líquidos sejam derramados de tempos em tempos. Se os guardanapos oferecidos pela casa são do tipo que não absorvem ou que se desmancham facilmente, os clientes usarão muito mais peças para lidar com o problema. Além disso, a ineficiência dessas peças causa incômodos para o consumidor.

Veracidade

Dando continuidade ao que mostramos no tópico anterior, vem a vericidade das publicações. Isso significa que quanto mais fiel à realidade forem suas publicações, maior a chance de seu negócio ter sucesso. Como o ramo de restaurantes é bem específico, evite ao máximo:
  • Usar fotos de banco de imagens
  • Enfeitar o prato de forma diferente do que é feito na realidade
  • Esconder o ambiente ou alterá-lo na edição da imagem

Cardápio

Quando divulgar o cardápio, mostre apenas uma lista sucinta e prática do melhor que você tem a oferecer. A principal função da internet está em sua agilidade e praticidade, e é exatamente isso o que o cliente espera encontrar.
Mantenha esses meios de comunicação atualizados. Publique constantemente as novidades de seu estabelecimento, as mudanças, as inovações, os diferenciais de seu restaurante em relação aos demais. Frequência é essencial.

Preparo artesanal nos cardápios

Os brasileiros estão buscando cada vez mais comidas e bebidas produzidas artesanalmente, sem o uso de ingredientes industrializados. Elas além de mais saudáveis, possuem um sabor caseiro e mais agradável.
A previsão para esse segmento é que continue crescendo o volume de vendas como já percebido no ano passado nos nichos de bebidas, como cervejas, cafés e sucos. Esse ano é esperado uma expansão para os nichos de sorveteria e de produção de chocolates artesanais, que possuem um grande potencial de competitividade no mercado.

Chegada do cardápio eletrônico!

Tendo como principais vantagens a maior agilidade do atendimento, a diminuição dos erros e a redução nos custos com mudanças no menu, o cardápio eletrônico proporciona uma experiência única ao cliente.
Ele passa a assumir o lugar do menu impresso, permitindo que os clientes façam os pedidos de uma maneira mais prática, rápida e visual, utilizando um tablet ou smartphone. Desta forma, o trabalho do seu garçom é reduzido e o seu atendimento fica muito mais rápido.

Ideias para bares com um bom Happy Hour

Use o happy hour do final do expediente, tarde da noite, para atrair mais clientes. Você baixa seus preços de bebidas com os preços de happy hour nas horas de pico de negócios, atraindo clientes ao seu bar e traz mais negócios. Você também vai ganhar uma reputação de preços baixos para manter seus clientes. Use esta técnica nas noites de negócios lentos, como uma segunda-feira ou terça-feira à noite para manter um fluxo constante de clientes.

Marketing digital para restaurante através de ações de marketing:

Propaganda de restaurante com o gerenciamento de ações de marketing Rush Eventos.
Você terá a disposição todo o know how da Rush Eventos em parceria com a Mastercomm e Baladas SP.
Nós executamos as melhores técnicas de marketing para restaurantes a fim de aumentar seus resultados e sabemos quais as ações mais atraentes para o público nas redes sociais e aumentar a visibilidade do seu estabelecimento.
Efetuamos ações de Facebook e Instagram ADS e a criação de artes também é feita pela Rush Eventos pra você não ter que se preocupar com a parte burocrática e de quebra, nosso sistema interno Mastercomm otimiza os resultados em até 75%.

Mais de 16 anos de experiência em marketing digital para restaurante.

A Rush Eventos em parceria com o Baladas SP já organizaram eventos e divulgaram mais de 123 festas, casas noturnas, restaurantes e bares como por exemplo: As festas e casas noturnas Baile do Poderoso GR6, Armazém da Vila, Brooks SP, Club 33, FlashNight, Kiss and Fly SP, Heliponto Bar, Boteco Floresta, Carnafacul e além de já ter sido proprietária da casa Delluri Club no ano de 2013. Os bares Papagaio Vintém, Floresta Bar, Adega Original Bar, Morro Paulicéia. Os restaurantes Ripa na Chuleta, Emirates Comida Árabe, Macaxeira Restaurante, Que Pankeka!, e diversos outros empreendimentos.

Outras das ideias para bares mais importantes, é ter um conteúdo de qualidade e apresentável.

Criação de artes padronizadas para melhorar a identidade visual do bar.
A Rush Eventos executa criação de artes em altíssima qualidade para melhorar a comunicação do seu negócio com seu público.
Desenvolvemos Logotipos, Web Flyers, Artes padronizadas para linha do tempo e stories no Instagram, Facebook e WhatsApp, Video Flyers e Video Stories para as redes sociais, além de Video Cardápios.

Interação

O cliente tem sempre razão. Essa frase é muito popular no ramo dos comércios e serviços. O cliente é a pessoa que você precisa agradar, pois de certa maneira, o cliente é o seu chefe, a felicidade dele define seu sucesso. Claro, é impossível agradar todos, mas satisfazer o maior número de clientes possível é o que definirá o sucesso de seu restaurante.
O cliente gosta de ser ouvido, gosta de sentir que sua opinião faz alguma diferença para com o serviço que está sendo oferecido. As redes sociais foram projetadas justamente para interação e comunicação entre pessoas de diferentes regiões. Elas são as ferramentas perfeitas para uma comunicação com o cliente.

Confira essas ideias para bares relacionadas a marketing digital para restaurante:

Como trabalhar bem as redes sociais.

  • Quebre objeções: você sabe que todos nós temos objeções sobre algo e por isso o seu cliente não consome tanto seu produto, pois existem objeções da mente dele e seu trabalho com as Redes Sociais deve ser quebrar essas objeções. Como? Primeiro descubra quais são essas objeções (exemplo: preço, qualidade, etc.) a melhor forma de descobrir é perguntar ao próprio cliente, qual é a ‘dor’ dele, quais são as dúvidas? Quando você souber as dores então basta começar a quebrar elas com soluções (exemplo: Dor: Preço Solução: Nossos produtos são os melhores, os sabores mais diversificados, temos ingredientes importados, etc.). Esses dias eu vi um Bar postando as vodcas chegando no estabelecimento, achei interessante pois os clientes veem que os produtos são de qualidade e desperta o interesse.
  • Constância: Vejo muitos empresários que possuem Redes Sociais negligenciarem a questão de serem constantes nas publicações. Eu costumo dizer que nossas redes sociais são como canais de televisão, se você não consegue manter a programação seu cliente com certeza ficará decepcionado, além é claro de não lembrar de você.
  • Vídeos: Colocar vídeos nas Redes Sociais é essencial, vídeos além de ser mais entregue ao seu cliente pelas redes sociais eles ainda também passam a humanizar sua marca, sua empresa pois traz seus clientes para dentro do seu contexto. Use e abuse de vídeos.
  • Boas Fotos com Pessoas: Não poste qualquer foto sem observar a qualidade da foto e dê preferência para postar fotos com pessoas, porque? Porque fotos com pessoas também humanizam seu produto, principalmente o seu produto, então é essencial que você utilize esse recurso dessa forma.
  • Legendas: Vejo fotos sem legendas quase todos os dias e esse é um detalhe importante que não pode ser ignorado, se você tem a chance de convencer, quebrar objeções, fazer um bom marketing é usando as legendas pois é lá que sua opinião é colocada, então não deixe de colocar legendas.

Precisa de mais ideias para bares?

CLIQUE AQUI e tenha acesso ao melhor marketing digital para restaurante.
Confira nosso artigo completo sobre marketing digital para restaurante.

https://preview.redd.it/e4570l4y2rr31.jpg?width=400&format=pjpg&auto=webp&s=50f06f8af3fc4b5b4a50ff045db2ce699bb57cff
submitted by simonekama to u/simonekama [link] [comments]


2019.08.04 02:52 altovaliriano Os primeiros dias do fandom de ASOIAF e Game of Thrones

Link: https://bit.ly/2KtExQJ
Autora: Alyssa Bereznak
Título original: The Last Popular TV Show (How game of Thrones became the last piece of monoculture)

Padraig Butler não se lembra exatamente quando se tornou Deus-Imperador da Brotherhood Without Banners. Nos últimos 18 anos, o gerente demeteorologia aeronáutica de 43 anos fez uma peregrinação anual à Worldcon, a convenção de ficção científica e fantasia, para celebrar o trabalho de George R.R. Martin, autor de As Crônicas de Gelo e Fogo. E foi quase 18 anos atrás, quando ele viajou pela primeira vez de sua cidade natal, Dublin, na Irlanda, para a Filadélfia, que começou a jornada até Imperador-Deus.
Segundo a história, a recém-criada organização - batizada em homenagem a um grupo fora da lei na série de livros - organizou uma festa em homenagem a Martin. Depois de uma noite de bebedeira, um fã bem satisfeito, conhecido em fóruns online como Aghrivaine (e cujo nome real é David Krieger), presenteou o autor com uma espada e pediu para ser armado cavaleiro. O autor concordou sob uma condição: que Krieger e os outros foliões se juntassem a ele em uma "missão" às 1 da manhã ao Pat’s King of Steaks. Naquela noite, depois que cerca de 20 membros da BWB encheram seus estômagos com a comida local, eles foram apelidados de Cavaleiros do Cheesesteak.
Nos primeiros anos do clube de fãs do livro, quando o tamanho dos encontros da Brotherhood Without Banners ainda era administrável, esses títulos voltados para a comida se tornaram um símbolo de honra. (Os Cavaleiros da Poutine, os Cavaleiros do Deep Dish, os Cavaleiros do Haggis e, lamentavelmente, os Cavaleiros da Lixeira). Por decreto de Martin, foram acrescentadas outras honras para reconhecer a participação. Um membro que tivesse participado de pelo menos três grandes encontros da BWB seria apelidado de lorde. Depois das cinco, um príncipe. E depois de sete, rei. Butler já esteve em 16 Worldcons e cerca de 100 outras convenções relacionadas a Thrones e confraternizações pertinentes, protegendo seu reino há muito tempo por meio de seu título de cavaleiro do Cheesesteak. "Eventualmente perguntaram a George, de que chamaremos Padraig agora?" Butler lembra. "Ele disse: ‘É isso. Ele é um rei. Ele vai ficar rei até que alguém o remova do trono’”. Butler não tem planos de parar. "Agora as pessoas apenas dizem: 'Você é o Imperador-Deus'".
Butler visitou um total de 12 países e quatro continentes para se encontrar com seus companheiros de estandarte, construindo uma rede social internacional digna de um líder mundial consagrado. E graças a uma junção de tecnologia e entretenimento, a série de livros indie pela qual ele se apaixonou nos anos 90 se tornou uma espécie de passaporte cultural, tanto uma razão para ver o mundo quanto uma maneira de se conectar com as pessoas que o compõem.
Ao longo dos anos, ele também assistiu com admiração quando Game of Thrones explodiu e se tornou uma peça onipresente da cultura pop diante de seus olhos. Um dia, ele embarcou em um trem e viu vários passageiros lendo os livros de Martin. Então ele olhou para cima para ver outdoors gigantes anunciando a data de estréia da adaptação da HBO. Eventualmente, seus colegas no aeroporto começaram a discutir o programa como uma fonte de turismo. (Uma atração de 110.000 pés quadrados chamada Game of Thrones Studio Tour será aberta na Irlanda na primavera de 2020.) Depois de quase 20 anos celebrando a série, e vendo-a se transformar em best-seller, programa de televisão, universo estendido e a potência da propaganda, ele ainda acha difícil processar o alcance da franquia. "É tipo: Nossa, isso está em toda parte agora."
[...]
Em 1997, Linda Antonsson estava dando uma olha sua livraria local em Gotemburgo, na Suécia, quando se deparou com uma versão em brochura de A Guerra dos Tronos, de George R.R. Martin. Era o primeiro item no que o autor previa ser uma trilogia intitulada As Crônicas de Gelo e Fogo, e contava a história de várias grandes casas disputando o poder nos continentes fictícios de Westeros e Essos, contada a partir da perspectiva de um punhado de personagens interessantes. O livro tinha sido lançado no ano anterior sem muito alarde. "Realmente não fez sucesso quando saira em capa dura", lembra Antonsson. Mas quando ela começou a ler, foi fisgada.
Ninguém mais que ela conhecia havia lido o livro, então ela se voltou à internet em busca de outros fãs de Martin - o que era uma experiência relativamente nova nos anos 90. "Eu lia muita fantasia, mas nunca tive ninguém com quem conversar sobre fantasia", ela me disse. "Eu tinha todas essas coisas que queria discutir e ninguém para conversar." Os cidadãos suecos não conseguiram adquirir suas próprias conexões dial-up até 1995; antes disso, Antonsson ocasionalmente fazia o acesso no centro de informática de sua universidade, onde estudava arqueologia clássica. Quando ela finalmente conseguiu sua própria conexão à Internet, ela navegou de bulletin board em bulletin board, debatendo desde a trilogia O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien à série de livros A Roda do Tempo, de Robert Jordan. “Era um mundo incrível para se entrar, para poder encontrar todas essas pessoas que compartilhavam seu interesse sobre essas coisas que pareciam bem obscuras.”
Através desses primordiais fóruns da internet, Antonsson também descobriu o ElendorMUSH, um RPG multijogador baseado em texto que simulava o ambiente da Terra Média descrito nos romances de Tolkien. (O termo MUSH significa “alucinação compartilhada por vários usuários” [multi-user shared hallucination]. Isso foi antes de World of Warcraft, quando os computadores não tinham placas gráficas poderosas e os jogadores tinham que usar sua imaginação). Foi lá, na “cultura” que Antonsson havia se juntado, que ela conheceu Elio García. Na época, García estudava literatura inglesa e história medieval na Universidade de Miami. E os dois passaram os últimos anos analisando os detalhes mais sutis da Terra Média em árvores de discussão da Usenet, as precursoras dos fóruns on-line. Depois de terminar A Guerra dos Tronos, Antonsson convenceu o cético García a lê-lo também.
Logo eles estavam navegando juntos. Em 1998, a internet estava sendo amplamente usada como um utilitário de busca de informações em vez de uma rede social. Mas com a ajuda de algumas pesquisas no AltaVista, os dois encontraram tantos fóruns de fãs de A Guerra dos Tronos quanto puderam. Entre seus resultados estava Dragonstone, que García lembra ter sido executado via uma conexão de internet instável na Austrália; Harrenhal, que foi construído sobre a plataforma de serviços web Angelfire da Lycos (quee de alguma forma ainda existe hoje); e um fórum chamado Canção de Gelo e Fogo, dirigido por um usuário chamado “Revanshe.” Isso foi na época em que o mundo do entretenimento estava começando a entender o poder de marketing de mitos na internet. E, ao fuçar os fóruns de fãs dedicados à série Wheel of Time, Antonsson havia testemunhado em primeira mão como pistas e pontos da trama não resolvidos motivavam conversas. Ela viu o mesmo fervor se desdobrando com ASOIAF.
"Algumas das maiores e mais intensas discussões sempre foram sobre mistérios", disse Antonsson. "O primeiro tópico que eu lembro de ter lido no fórum de Pedra do Dragão foi a discussão sobre a paternidade de Jon e as poucas pistas que existiam depois do primeiro livro."
O fórum ASOIAF de Revanshe acabou se tornando grande em 1998, acumulando o que García estimava em cerca de 1.000 usuários regulares. Quando chegou a hora de Revanshe ir para a faculdade de medicina, ela passou o site para García, que já havia se tornado um moderador.
Enquanto isso, García e Antonsson estavam planejando começar seu próprio jogo MUSH em Westeros. Para garantir uma representação fiel, eles colocaram sua formação acadêmica em prática e tornaram-se geologistas, botânicos, zoólogos, antropólogos e historiadores autônomos de Westeros, registrando todos os fragmentos de dados que poderiam extrair de de Guerra dos Tronos em um documento do Microsoft Word chamado “The Concordance”. Eles compartilharam o banco de dados no fórum ASOIAF, pavimentando o caminho para a fundação da enciclopédia on-line feita por fãs, que hoje é conhecida como A Wiki of Ice and Fire. A wiki, que seria desenvolvido alguns anos depois, é composto de 23.081 páginas de conteúdo e passou por 236.642 edições desde o seu lançamento. Também inspirou a fundação de 11 sites irmãos em idiomas estrangeiros.
Observando os fóruns de fãs da Roda do Tempo, eles também estavam cientes de que a correspondência com os autores era freqüentemente perdida em tópicos separados. Então foi nessa época que eles começaram a registrar as entrevistas de Martin, e-mails, respostas em fóruns e postagens em blogs pessoais. (Naquele ano eles fizeram seu primeiro momento de contato com o autor, para pedir permissão para fazer o jogo MUSH. Meses depois, ele concordou, e os dois ainda tocam o A Song of Ice and Fire MUSH como um projeto paralelo).
O crescimento constante dos seguidores on-line de Martin - emparelhado com seu envolvimento na cena de ficção científica e fantasia desde os anos 1970 - gerou uma quantidade razoável de novidades para o segundo fascículo da série de Martin, A Fúria dos Reis. "Martin não pode rivalizar com Tolkien ou Robert Jordan, mas ele se qualifica com perfeitos medievalistas de fantasia como Poul Anderson e Gordon Dickson", escreveu um Publisher's Weekly cautelosamente otimista. À época, Peter Jackson estava se preparando para filmar a trilogia de filmes de O Senhor dos Anéis, e produtores e cineastas que viam potencial no gênero de fantasia começaram a sondar Martin pelos direitos de sua história. (Ele hesitou, convencido de que sua história nunca poderia ser esmagada no formato de filme).
Foi quando a coisa entre García e Antonsson ficou séria em mais de uma maneira. Por dividirem o gosto por Tolkien, Jordan e Martin, um romance floresceu e, alguns meses depois de Fúria ser lançado, García se mudou para a Suécia. Todos com quem eles conversaram sobre a série estavam apaixonados por ela. “Nós tínhamos alguns proselitistas que falavam em arremessar os livros em amigos, familiares, colegas de trabalho, etc.”, disse García por e-mail. “E foi tudo muito orgânico. A Random House não passava seu tempo vasculhando maneiras de nos vender ou fazendo com que trabalhássemos para eles, os fãs só fizeram isso porque gostavam”.Encorajados pelo fato de o livro inicial não ter sido o único, eles lançaram o site Westeros.org, reunindo os fóruns que herdaram, os dados de “The Concordance” e seus registros dos declarações públicos de Martin. Começou como um projeto paralelo executado em um servidor miudo em casa, enquanto continuavam a perseguir seus respectivos objetivos acadêmicos. Mas, eventualmente, se tornaria a principal fonte de análise e informação sobre o universo, seu autor e tudo mais.
Enquanto isso, a série de Martin continuou atraindo mais leitores e tornando-se mais difícil de lidar. O manuscrito de seu terceiro livro, A Tormenta de Espadas, tinha 1.521 páginas, e alguns editores não conseguiram manter tudo em um volume. Mas seu apoio entre a comunidade on-line da fantasia ficou mais forte do que nunca, e a Publisher’s Weekly chamou esse fascículo de “um dos exemplos mais gratificantes de gigantismo na fantasia contemporânea”. Quando foi lançado em 2000, estreou em 12º lugar na lista de best-sellers do New York Times.
No momento em que Martin lançou O Festim dos Corvos em 2005, ele garantiu seu lugar como o proeminente escritor de fantasia da década. O livro chegou ao topo da lista de best-sellers do New York Times e a Time o apelidou de "o Tolkien americano". Mas ele também se deparou com os mesmos problemas com Festim que com Tormenta. Sua solução foi dividir Festim em dois e contar a história de apenas metade dos personagens, em vez de metade da história de todos os personagens. Ele explicou tudo no post scriptum do quarto livro, logo após um final instigante. "Olhando para trás, eu deveria ter antevisto", escreveu Martin em seu site pessoal em 2005. "A história faz suas próprias demandas, como Tolkien disse uma vez, e minha história continuou pedindo para ficar maior e mais complicada."
O que pode ter sido uma limitação editorial frustrante para Martin foi uma fonte quase enlouquecedora de suspense para sua crescente base de fãs. Depois de esperar cinco anos entre o terceiro e o quarto livro, os leitores ainda ficaram imaginando o destino de favoritos como Jon Snow, Tyrion Lannister e Daenerys Targaryen. O próximo fascículo seria lançado em 2011, seis agonizantes anos depois. E foi durante esses períodos de silêncio, quando os fãs não tinham material novo com o qual se ocupar, que eles começaram a se concentrar em criar os seus próprios. "Não tenho certeza se a popularidade que antecede os livros poderia ter acontecido se os livros tivessem saído muito rapidamente", disse Antonsson. “Ter tempo entre uma série de livros é o que alimenta a discussão nas comunidades. Dura mais”.
O acesso digital e as plataformas sociais estavam evoluindo para apoiar esses tipos de obsessões. Entre 1995 e 2005, o uso global da Internet aumentou de 44,4 milhões de usuários para 1,026 bilhão. Plataformas simples para blogs, como LiveJournal, WordPress e Xanga, tornaram mais fácil para as pessoas iniciarem blogs pessoais e compartilharem suas ideias sobre qualquer coisa, independentemente de quão arbitrárias ou específicas. E as primeiríssimas redes sociais da web, incluindo o MySpace e o Facebook, estavam na infância, assim como o conceito de podcasting.
Enquanto Martin continuava atualizando sua base de fãs através de um LiveJournal chamado Not a Blog, seus fãs adoradores lidavam com sua impaciência de formas cada vez mais criativas. A maioria preferiu vasculhar os fóruns de Westeros.org ou Tower of the Hand, onde puderam analisar todas as teorias possíveis em torno de cada enredo e propor suas próprias. Uma facção de leitores impacientes se separou para formar uma comunidade ressentida conhecida como GRRuMblers. O fundador do site Winter Is Coming, Phil Bicking se agarrou a um anúncio de 2007 de que a HBO adquirira os direitos da série As Crônicas de Gelo e Fogo, e redirecionou sua energia para um site do Blogger que registrava o elenco, as filmagens e a produção da série. Mesmo antes de o piloto ter sido filmado, os fãs no site de Bicking começaram a tratar os anúncios do elenco como mistérios não resolvidos. Como um colunista de fofoca, Martin iria postar dicas sobre quem foi escalado para determinado papel em seu blog, para alimentar a chama. "Então a base de fãs passaria dias debruçado sobre aquilo, tentando desvendar o teste", disse Bicking. “Nós descobrimos todos eles. Fiquei chocado que as pessoas foram capazes de descobrir até mesmo Isaac Hempstead Wright, que interpreta Bran, e estava em um comercial antes disso”. Bicking se lembra de ter começado dois tópicos separados para discutir rumores e vê-lo ser encher com quase 1.000 comentários cada um. “Então, eu fiquei tipo: 'OK, eu tenho aqui uma comunidade dedica e de bom”, disse ele. A grande imprensa estava tomando conhecimento". Algum programa de TV recente gerou mais entusiasmo on-line, sendo que nem mesmo é um programa de TV?", perguntou o The Hollywood Reporter em 2010.
Quando a HBO estreou Game of Thrones em 2011, Martin já era famoso. Ele havia vendido mais de 15 milhões de livros em todo o mundo, fora retratado pelo The New Yorker e poderia levar sua legião de adoradores e haters ao frenesi com uma simples foto de férias postada em seu LiveJournal. Tudo isso significava que, quando o programa estreou em 17 de abril, ele se saiu bastante bem segundo os padrões de televisão. Cerca de 2,22 milhões de pessoas assistiram à estreia, o que foi menos do que o número de espectadores conquistados por Storage Wars da A&E e por The Killing da AMC, e mais do que Khloe & Lamar do E!.
Ainda assim, a crítica o recebeu de forma foi irregular. Embora muitos analistas tenham elogiado a capacidade da HBO de estabelecer um palco exuberante e cativante para a história complexa e abrangente de Martin, outros a consideraram um sinal de declínio da rede. Slate o chamou de “lixo de fantasia semi-medieval e repleto de dragões”. O New York Times o descreveu como “drama em traje de época com pingue-pongue sexual”. Em uma fala indicativa de uma conversa muito maior sobre a legitimidade da cultura nerd e sua perceptível falta de inclusão de gênero, a crítica Ginia Bellafante detonou o show por glorificar “a ficção infantil paternalmente acabou atingindo a outra metade da população”, e concluiu que “se você não é avesso à estética de Dungeons & Dragons, a série pode valer a pena”.
Enquanto isso, os servidores da Westeros.org estavam caindo. A agitação que antecedeu a estreia do programa deixou García e Antonsson com cerca de 17.000 membros registrados no Westeros.org. Mas o casal estava totalmente despreparado para a onda de interesse que se seguiu à estréia da série. Na noite em que foi ao ar, o site foi torpedeado pelas buscas do Google, e os dois cuidavam de seu único servidor como um recém-nascido com cólica. Para desviar o fluxo de tráfego, García ajustou o site para que apenas os membros registrados pudessem ver as postagens. "Eu imaginei que isso impediria as pessoas de entrarem", disse ele. No dia seguinte, ele acordou com 9.000 novas solicitações de conta. García passou horas aprovando manualmente os recém-chegados. A espera entre o terceiro e o quarto romance estimulou um aumento lento e constante de fãs, talvez um ou dois mil membros por ano entrando no fórum. Mas com a chegada do programa de TV, eles poderiam acumular vários milhares em um único dia. "Foi impressionante", disse García. “Os membros do nosso fórum chamaram a onda de novas pessoas de 'The Floob' - uma enxurrada de noobs.” Foi nessa época que García e Antonsson abandonaram suas atividades acadêmicas para se concentrarem no site em tempo integral.
Embora o casal tenha perdido alguns dos dados do número de visitantes dos primeiros dias, Antonsson lembra-se de ter assistido a vazão e o refluxo do tráfego em A Wiki of Ice and Fire quando os recém-chegados reagiram aos principais pontos da trama da primeira temporada. Esses picos foram particularmente pronunciados no episódio 9, quando o herói do programa, Ned Stark, foi executado inesperadamente. “Logo após o episódio terminar, todo mundo foi até a página de Ned Stark para checar: Ele está bem? Né?” - lembrou Antonsson. (Ele não estava.) O final da temporada do show foi assistido ao vivo por cerca de 3,04 milhões de lares - cerca de 820 mil a mais do que a estréia. A primeira temporada mais tarde viria a ser indicada para 13 Emmys e ganharia dois, para Melhor Design de Abertura e para a performance de Peter Dinklage como Tyrion na categoria Melhor Ator Coadjuvante em série dramática. Ao matar o herói de Westeros antes mesmo que a temporada terminasse, Benioff e Weiss chocaram seus espectadores menos maduros, agradaram os superfãs dos livros e plantaram uma semente de curiosidade que sustentaria a série ao longo dos próximos oito anos.
O que García e Antonsson testemunharam em seu site naqueles primeiros dias se assemelhava à conversa em duas frentes de Game of Thrones que logo surgiria na mídia e na internet como um todo. Depois de cada novo episódio televisivo, aqueles que não leram os livros (agora presumivelmente na casa dos milhões, tendo em conta a audiência do programa) correm para a Internet em busca de contexto, enquanto os leitores de livros (também uma base crescente) riem de diversão e depois analisam as diferenças entre o show e o cânone. Essa “camada paralela” de conversação, como a T Magazine do New York Times a chamou, pode ao mesmo tempo fornecer aos recém-chegados uma melhor compreensão do universo de Westeros e permitir que os veteranos testassem seu conhecimento detalhado do cânone em contraste com o show.
[...]
E há o Deus Imperador Butler. Embora o programa esteja chegando ao fim e não esteja claro se ou quando os livros remanescentes de Martin serão publicados, a comunidade que ele aprecia sobre Thrones continua viva. Em agosto, muito depois do final da série, ele participará de sua 17ª reunião da Brotherhood Without Banners na Worldcon em Dublin. "Seria meio triste não ir", disse ele.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.02.10 20:22 fidjudisomada Primeira Liga 2018/9, #21: SL Benfica 10-0 CD Nacional

SIMPLESMENTE NOTA 10!

Nota 10! Jogo perfeito, o melhor resultado de sempre do Benfica no novo Estádio da Luz: histórico triunfo por 10-0 sobre o Nacional na 21.ª jornada da Liga NOS, construindo-se a melhor série de triunfos seguidos das águias na prova (6).
Uma goleada (da equipa mais realizadora da prova: 57 golos) fabricada a 10 de fevereiro, na data em que Chalana, um mágico 10 do passado, completou 60 anos e foi homenageado na Catedral, concluída ao minuto 90 por Jonas, o camisola 10 do elenco! Tudo alinhado, um desfecho que não acontecia há 55 anos e o primeiro lugar do Campeonato a apenas um ponto de distância.
No centro de uma moldura humana espetacular no Estádio da Luz, que teve lotação esgotada no jogo dedicado às Casas do Clube, a equipa do Benfica deu o pontapé de saída, fez circular a bola até à direita, voltou ao centro, derivou para a esquerdo e lançou o primeiro ataque letal da partida.
Gabriel espreitou a movimentação de Seferovic e projetou a bola ao longo do corredor esquerdo. O camisola 14 recebeu e, percebendo a entrada de Grimaldo no espaço aberto, tocou curto para dentro da área, onde o lateral-esquerdo dominou e chutou rasteiro para as redes (1-0). Estavam decorridos apenas 33 segundos de jogo – este foi o segundo golo mais rápido na corrente edição da Liga NOS.
Os jogadores orientados por Bruno Lage estavam ligados à corrente e ao bom futebol, costurando ataques atrás de ataques. O 2-0 aconteceu com naturalidade, aos 21': Gabriel, no espaço ofensivo, pressionou Alhassan e este perdeu a bola para João Félix, que logo fez um passe comprido a desmarcar Seferovic, e este, perante Daniel, atirou de pé esquerda para o segundo festejo dos encarnados.
As oportunidades de golo sucediam-se e a bola encontrou as malhas da baliza do Nacional aos 27': Rúben Dias, descaído para a direita, executou um passe a rasgar, para André Almeida furar a linha defensiva e cruzar rasteiro na direção dos pés de Seferovic, que usou o esquerdo para assinar o 3-0.
Só dava Benfica, um vendaval ofensivo, mas o resultado apenas voltaria a mexer após o intervalo. E foi logo aos 50': Pizzi, sobre a esquerda, bateu um livre e a bola viajou até ao segundo poste, onde João Félix cabeceou para o 4-0. Foi o primeiro passe para golo neste desafio do rei das assistências da Liga NOS.
A encher o campo, Pizzi infiltrou-se pela esquerda, serpenteou entre dois contrários e acabou derrubado por Kalindi (53') no interior da grande área. Penálti!!! Na conversão do castigo máximo (54'), o camisola 21 das águias chutou para a direita e Daniel estirou-se para o lado oposto, nascendo assim o 5-0.
As ofensivas da equipa benfiquistas não paravam e o 6-0 foi consequência de um canto batido à esquerda por Pizzi. A bola caiu perto da pequena área e Ferro foi mais forte na disputa aérea, cabeceando para as redes (56'). O central "Made in Seixal" estreou-se a marcar na tarde/noite em que debutou como titular na equipa principal.
A terceira assistência de Pizzi deu-se aos 64', dois minutos volvidos sobre a entrada de Florentino em jogo (rendeu Samaris), uma estreia absoluta de mais um jogador formado no Caixa Futebol Campus. Nesta fase da partida, as águias tinham sete portugueses em ação (André Almeida, Rúben Dias, Ferro, Florentino, João Félix, Pizzi e Rafa), quatro dos quais formados no Seixal.
Num livre executado à esquerda, Pizzi fez então a bola pingar junto à entrada da pequena área e Rúben Dias foi mais forte na luta com o marcador de circunstância, tocando na direção da baliza para o 7-0.
Krovinovic substituiu João Félix (68') e Jonas, de regresso à competição após mais de um mês de ausência, ocupou o lugar de Seferovic (73'). Com unidades mais frescas, o Benfica aumentou a diferença. Aos 85', Jonas, de livre direto, disparou para o 8-0. Pouco depois, aos 88', Pizzi recebeu de Rafa na direita da área e de pronto desenhou a quarta assistência na partida, devolvendo a bola ao camisola 27 para este faturar o 9-0.
Ao minuto 90, Jonas, enérgico na pressão sobre a bola, ganhou-a no corredor central e avançou na direção do golo, batendo sem chances de defesa para o guarda-redes Daniel. Estava feito o 10-0, a maior goleada no novo Estádio da Luz. Resultado igual, a favor dos encarnados no Campeonato, só se vê recuando 55 anos, até 2 de fevereiro de 1964 (frente ao Seixal FC).

BRUNO LAGE: “MÉRITO AOS JOGADORES, SÃO QUEM ESCREVE A HISTÓRIA”

No final da goleada histórica (10-0) diante do Nacional, Bruno Lage mostrou-se satisfeito pela continuidade em jogo do trabalho desenvolvido no treino. O técnico deixou uma palavra de reconhecimento a Chalana, de agradecimento à Família Benfiquista e de apoio aos profissionais da formação insular.
Jogadores comprometidos com a ideia e com o processo
“Penso que fizemos um bom jogo. Na sequência do que temos vindo a dizer: evolução no jogo e no treino. Senti logo, desde o primeiro minuto, que a equipa estava presente e a jogar bem. O resultado é consequência disso. O que me deixa satisfeito é a continuidade.”
“Encarámos este jogo com normalidade, com um resultado expressivo que pode ficar a história do Clube e destes jogadores. Fizemos as coisas com calma e acreditámos muito no processo. Os meus parabéns aos jogadores por trabalharem com esta motivação, por jogarem segundo esta ideia, com dinâmica para apresentar uma boa exibição aos adeptos.”
Uma palavra de apoio aos profissionais do Nacional
“Quero deixar uma palavra aos profissionais do Nacional, jogadores e treinador. Também já estive do outro lado e quando as coisas acontecem assim, com um golo sofrido no primeiro minuto, sofre-se o segundo, o terceiro… sofre-se um golo de bola parada… há descontrolo emocional e as coisas acontecem desta maneira. Eles vão ter consciência que têm mais valor do que o que mostraram neste jogo. São jogos e dias maus, há que levantar a cabeça e continuarem a desenvolver o trabalho que têm feito tão bem.”
Estreia de Florentino a jogar e de Ferro a marcar
“Conhecemos os jogadores, agora é dar-lhes a oportunidade de crescerem neste patamar. Sentia que eram dois miúdos que estavam preparados e quando cheguei [à equipa principal] puxei-os para jogarem e treinarem a este nível. Vi o Florentino a fazer desarmes, mas também vi o Jonas, com 34 anos, a recuperar bolas no meio-campo ofensivo. Vejo todos a trabalhar. Estamos com uma transição defensiva cada vez mais forte, construímos com qualidade, chegamos ao golo e criamos oportunidades. Mérito total aos jogadores, são eles que escrevem a história.”
Dia das Casas, de Chalana… Da Família Benfiquista
“Senti o que disse na antevisão: o Benfica são as pessoas. Foi dessa forma que fui educado e aprendi. Hoje [domingo] era o dia da família, dos adeptos, das Casas, de fazer uma bonita homenagem ao Fernando Chalana. Os jogadores juntaram-se e fizeram uma grande exibição, a jogar com qualidade. A equipa está a crescer de treino para treino e de jogo para jogo. Uma vitória muito boa.”
Exigência máxima em todos os jogos
“O que temos de valorizar é o que foi feito de forma progressiva. Tínhamos de conquistar os adeptos com a qualidade do nosso futebol, os adeptos tinham de nos apoiar e isso aconteceu. Senti que no dia 10 há uma homenagem ao Chalana, há os adeptos a puxar pela equipa, os jogadores a corresponderem. Reduzir a desvantagem pontual é muito bom para nós, estamos a um ponto. O que nos leva a vencer mais vezes, a sermos competitivos é o nosso jogo. A nossa exigência tem de ser esta: apresentar-nos sempre com esta organização.”
A promessa de trabalhar dia a dia
“Promessas? Prometo que amanhã [segunda-feira] estou a treinar no Caixa Futebol Campus, às 10h30, para fazer mais uma boa exibição com o Galatasaray.”
Pressão e foco para a tarefa
“A pressão que coloco diariamente nos jogadores é de jogar com qualidade e com a organização que treinamos. Essa é a máxima, porque é a pressão que coloco também em mim. Temos de ir focados para os jogos, a saber o que temos de fazer, a saber qual é a estratégia. O resto não existe.”
“Em determinada altura senti que havia futebolistas a acusar o desgaste e com o que foi acontecendo, podíamo-nos tornar mais individualistas. O que lhes pedi foi que não perdessem o posicionamento e que continuassem com a circulação de bola.”

Coisas e Loisas

  • Álex Grimaldo marca o 6.º golo nesta temporada; já era a sua época com mais golos. Foi o 4.º remate certeiro na Liga Portuguesa. O defesa espanhol marcou 3 golos nos últimos 4 jogos realizados na Luz para o campeonato;
  • Álex Grimaldo não conseguiu bater o recorde do golo mais rápido na nova Luz (desde 2003): 2019 Álex Grimaldo aos 35 seg. vs Nacional [D1]; 2017 Jonas aos 52 seg. vs Portimonense [TL]; 2011 Rodrigo aos 25 seg. vs Olhanense [D1];
  • Haris Seferovic continua a marcar em todos os jogos [6J] na Liga NOS com Bruno Lage no comando. O avançado suíço está com uma média de 1,5 golos/jogo nos últimos 6 jogos [9 golos];
  • Haris Seferovic marcou tantos golos [23] em duas épocas de Benfica como nas quatro anteriores [19 Eintracht Frankfurt e 4 Real Sociedad]. Marcou 11 golos nos últimos 11 jogos (desde Novembro);
  • Desde abril 2015 que o Benfica não estava em vantagem [+3 golos] aos 30 minutos de um jogo na Liga Portuguesa: 2018/19 Benfica [3-0] Nacional; 2014/15 Benfica 5-1 Académica OAF;
  • Haris Seferovic fez o 5.º bis da carreira: x2 Nacional - Benfica, Liga [B. Lage]; x2 Boavista - Benfica, Liga [B. Lage]; x2 Rio Ave - Benfica, Liga [B. Lage]; x3 Livorno - Novara, Serie B [Aglietti]; x2 Crotone - Novara, Serie B [Aglietti];
  • É a 2.ª vez que o Benfica chega ao intervalo com uma vantagem de 3 golos nesta temporada (V. Guimarães e Nacional). Só por uma vez na sua história (212J, 211V) o Benfica foi surpreendido após uma vantagem de 3 golos ao intervalo: Besiktas 3-3 Benfica, UCL 16/17;
  • João Félix fez o 9.º golo nesta temporada; marca há 3 jogos consecutivos na Liga NOS 18/19. João Félix ultrapassa Jonas como 3.º melhor marcador das águias na Liga Portuguesa;
  • Desde maio 2017 que um central do Benfica não marcava na estreia na Liga: 2019 Ferro vs Nacional [C]; 2017 Kalaica vs Boavista [F]. Últimas estreias com golos no SLB: 2019 Ferro; 2017 Seferovic; 2017 Kalaica; 2016 André Horta; 2015 N. Semedo;
  • Rúben Dias marca há dois jogos consecutivos na Liga NOS 18/19 (Sporting e Nacional). O defesa central fez o 7.º golo pelo Benfica, o 6.º no campeonato português: 71% dos golos foram na sequência de bola parada e de cabeça;
  • Jonas marca no regresso à competição 38 dias depois. O último golo do avançado brasileiro tinha sido frente ao SC Braga, terminando uma série de 3 jogos a marcar. Fez o 7.º golo na Liga NOS 18/19 e iguala João Félix no 3.º posto dos goleadores encarnados;
  • Foi a 9.ª vez que o Benfica fez 10 golos num jogo da Liga: 2019 Nacional [10-0]; 1965 Seixal [11-3]; 1964 Seixal [10-0]; 1957 Barreirense [10-1]; 1954 Boavista [11-0]; 1947 Sanjoanense [13-1]; 1945 Salgueiros [11-3]; 1943 FC Porto [12-2]; 1939 Casa Pia [10-1]; 1937 Leixões [10-2];
  • HISTÓRICO!!! Maior goleada do Benfica na Liga Portuguesa dos últimos 55 anos. Maiores goleadas das águias na Liga: 10-0 Nacional [2019] +10; 10-0 Seixal [1964] +10; 11-0 Boavista [1954] +11; 13-1 Sanjoanense [1947] +12; 12-2 FC Porto [1943] +11;
  • Últimas goleadas na Liga por 10+ golos de diferença: 2019 Benfica x Nacional [10-0]; 1964 Benfica x Seixal [10-0]; 1959 Académica x Caldas [11-0]; 1959 FC Porto x Caldas [10-0]. A maior goleada na Liga [+14]: 1943 Unidos Lisboa 14-0 V. Guimarães; 1942 Sporting 14-0 Leça;
  • Benfica aumentou a diferença no topo da lista das equipas com mais golos na Liga [57 golos]. Apesar dos 10-0 ao Nacional à 21.ª jornada, não permitiu a equipa de Bruno Lage ultrapassar o registo de Rui Vitória em 15/16 com 59 golos nos primeiros 21 jogos;
  • Benfica de Bruno Lage num só jogo fez 50% dos golos que tinha feito até à data. Bruno Lage no comando das águias: 9 jogos, 8 vitórias [100% de triunfos na Liga], 30 golos marcados, 9 golos sofridos;
  • Há 30 anos que um equipa não marcava 7 golos numa 2.ª parte de um jogo da Liga Portuguesa: 2019 Benfica vs Nacional [10-0]; 1989 Benfica vs Penafiel [7-0]; 1965 Benfica vs Seixal [10-0]; 1960 Belenenses vs Boavista [8-0]; 1959 Sporting vs V. Setúbal [8-0];
  • 4 assistências de Pizzi no mesmo jogo: Tem 13 na Liga: igualou o melhor registo de um jogador na prova em 2017/18 (Alex Telles); Passou a ser o jogador com participação em + golos na Liga (21); Tem 16 assistências em 2018/19 (todas as competições);
  • Desde 2010 que um jogador do Benfica não fazia 4 assistências num jogo: 2010 Carlos Martins (vs Lyon, Champions); 2019 PIZZI (vs. Nacional);
  • 10x0: maior goleada no Séc. XXI entre as 10 principais Ligas UEFA (segundo o atual ranking UEFA). Marcaram 10 golos nas Ligas Top 10 UEFA no Séc. XXI: 2015/16 Real Madrid (10x2 vs Rayo Vallecano); 2018/19 BENFICA (10 x vs Nacional).

Multimédia

Eleição do MVP

Talking Points

Preparámos uma lista de temas para conversas sobre este jogo, mas estejam à vontade para passar por cima dela, ou pegar num ou alguns, e apresentar as tuas observações e expressar opiniões:
  1. O resultado foi justo? Na tua opinião, o que faltou à equipa para alcançar um resultado ou exibição melhor?
  2. Está satisfeito com a resposta da equipa hoje? Qual foi o aspeto do jogo que mais te impressionou?
  3. Com o benefício da visão a posteriori, que alterações farias ao 11 inicial?
  4. Em retrospetiva, o que farias diferente ao longo do jogo? Como avalia os critérios de substituição? Trouxeram algo diferente ao jogo?
  5. Qual foi o jogador que mais se destacou com a camisola do SL Benfica? Nessa nota, quem foi a maior deceção?
  6. Quais são os aspetos positivos que o SL Benfica pode tirar deste jogo?
  7. Enfrentaremos o Galatasaray SK na próxima partida, no Türk Telekom Arena, em jogo a contar para os 32-avos-de-final da Liga Europa 2018/9. Quais as perspetivas?

Relacionados

submitted by fidjudisomada to benfica [link] [comments]


2016.04.13 03:16 fidjudisomada [Pre-Match Thread] UEFA Champions League 2015/16, Quartos, 2.ª Mão: SL Benfica vs. FC Bayern München

Sport Lisboa e Benfica vs. Fußball-Club Bayern München

UEFA Champions League 2015/16, Quartos, 2.ª Mão

Transmissão

Retrospectiva

O SL Benfica procura alcançar a primeira presença nas meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus desde 1990, mas o FC Bayern München terá outros planos quando viajar até Lisboa, onde irá tentar confirmar a quinta participação seguida na próxima fase da prova.
Parecia que o Bayern iria dar um passo seguro na eliminatória quando Arturo Vidal marcou de cabeça no segundo minuto em Munique, mas os bávaros não conseguiram mais do que isso na primeira mão.

Confrontos anteriores

  • Os dois clubes mediram forças em três eliminatórias europeias no passado: o Bayern levou a melhor em todas elas e chegou à final da competição em cada uma dessas ocasiões.
  • O primeiro embate aconteceu nos quartos-de-final da Taça dos Campeões de 1975/76. Ao nulo em Lisboa, na primeira mão, seguiu-se uma vitória do Bayern em Munique, por 5-1, na qual Bernd Dürnberger e Gerd Müller bisaram e Karl-Heinz Rummenigge assinou o outro golo dos bávaros.
  • O Bayern seguiu em frente e acabou depois por derrotar o AS Saint-Étienne na final, por 1-0, em Hampden Park, Glasgow, erguendo assim o título europeu de clubes pela terceira temporada consecutiva.
  • A história foi parecida quando Benfica e Bayern voltaram a encontrar-se, desta feita na segunda eliminatória da Taça dos Campeões de 1981/82. A primeira mão, em Lisboa, terminou novamente sem golos e, na segunda, o Bayern não deu hipóteses em casa e venceu confortavelmente ajudado pelo "hat-trick" de Dieter Hoeness; Paul Breitner apontou o outro tento dos alemães num triunfo por 4-1, Nené assinou o golo de honra dos "encarnados".
  • Tal como na anterior ocasião, o Bayern atingiu a final, embora desta feita não tenha conseguido erguer o troféu, derrotado pelo Aston Villa FC, por 1-0, em Roterdão.
  • Jürgen Klinsmann foi a estrela quando o caminho dos dois clubes se cruzou pela última vez até à data, na terceira eliminatória da Taça UEFA de 1995/96. O ponta-de-lança alemão marcou os quatro golos da vitória do Bayern em casa, por 4-1, na primeira mão e assinou depois mais dois na segunda mão, em Lisboa, no triunfo por 3-1; o outro golo bávaro nessa partida foi apontado por Andreas Herzog. Pelo Benfica, Dimas marcou em Munique e Valdo em Lisboa.
  • O Bayern chegou à final e derrotou o FC Girondins de Bordeaux por um total de 5-1 no conjunto das duas mãos. Klinsmann terminou essa edição da prova com 15 golos.
  • As equipas desse dia em Lisboa, a 5 de Dezembro de 1995, foram - Benfica: Brassard, Marinho, Ricardo Gomes, Hélder, Henriques, Bento, Calado, Edgar, Valdo, Marcelo, Nader. Bayern: Kahn, Frey, Matthäus (Kostadinov 56), Witeczek, Kreuzer, Helmer (Grill 87), Nerlinger, Scholl (Herzog 75), Sforza, Klinsmann, Zickler.

Retrospectiva

Benfica
  • Esta é a primeira presença do Benfica nos quartos-de-final da UEFA Champions League desde que foi afastado desta fase da prova pelo Chelsea FC em 2011/12, por um total de 3-1 desfavorável no conjunto das duas mãos. O registo global das "águias" em quartos-de-final da Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League é de 8V 8D.
  • O Benfica atingiu a final nas duas últimas ocasiões em que conseguiu ultrapassar esta fase da competição – em 1990 e 1988.
  • O gigante lisboeta ganhou três dos quatro embates caseiros que disputou esta temporada na competição, embora tenha perdido 2-1 em casa com o Club Atlético de Madrid, na sexta jornada.
  • Os 40 jogos disputados pelo Benfica frente a equipas alemãs na Europa resultaram em 12V 13E 16D (10V 7E 2D em Lisboa). Os portugueses não perdem há três jogos em casa, desde que foram derrotados por 2-1 na fase de grupos da UEFA Champions League com o FC Schalke 04, em Dezembro de 2010. A vitória do Bayern por 3-1 em Dezembro de 1995 foi a outra de uma formação germânica no Estádio da Luz.
  • Na temporada passada, na fase de grupos da UEFA Champions League, o Benfica foi derrotado por 3-1 em Leverkusen e empatou 0-0 em casa.
  • O Benfica perdeu a primeira mão fora de casa em 33 ocasiões e acabou por recuperar e seguir em frente em 11, incluindo as últimas três. Das dez vezes em que perdeu fora por 1-0 acabou por dar a volta e apurar-se em cinco ocasiões, mais recentemente ante o Fenerbahçe SK, nas meias-finais de 2012/13 da UEFA Europa League (3-1 em casa).
O registo do Benfica no desempate por penalties nas competições da UEFA é de 1V 2D:
  • 5-6 (neutro) - PSV Eindhoven, final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1987/88
  • 4-1 (casa) - PAOK, segunda eliminatória da Taça UEFA de 1999/2000
  • 2-4 (neutro) - Sevilla FC, final da UEFA Europa League de 2013/14
Bayern
  • Cinco vezes campeão europeu, o Bayern marcou presença nas meias-finais das quatro últimas edições da UEFA Champions League. O seu registo em quartos-de-final na Taça dos Campeões/UEFA Champions League é de 17V 9D.
  • O Bayern ganhou dois dos quatro jogos fora na presente UEFA Champions League, caindo por 2-0 no terreno do Arsenal FC na terceira jornada, antes de deixar fugir uma vantagem de dois golos e empatar 2-2 na visita à Juventus, na primeira mão dos oitavos-de-final.
  • A equipa de Josep Guardiola ganhou apenas dois dos últimos oito embates fora de portas na UEFA Champions League, nos quais registou quatro desaires.
  • Há um ano, o Bayern perdeu 3-1 no terreno do FC Porto na primeira mão dos quartos-de-final, mas deu a volta à eliminatória de forma espectacular com um triunfo por 6-1 na segunda mão, em Munique.
  • Essa derrota com o Porto pôs fim à série de 15 jogos sem perder do Bayern frente a adversários portugueses. Ao todo, o seu registo frente a equipas lusas é de 25J 15V 8E 2D 55GM 18GS; em casa apresenta 9V 2E 0D. O Bayern levou a melhor nas nove eliminatórias anteriores disputadas ante equipas portuguesas.
  • A outra derrota do Bayern frente a um clube português aconteceu também diante do Porto, na final de 1987 da Taça dos Campeões, em Viena. Ludwig Kögl ainda deu vantagem aos homens de Munique nesse jogo, à passagem do minuto 25, mas golos de Rabah Madjer (77) e de Juary (81) ditaram outro destino para o troféu.
  • Nas 49 ocasiões em que o Bayern ganhou em casa na primeira mão das provas da UEFA apenas em oito não seguiu em frente - apurou-se nas últimas nove. Após ganhar por 1-0 em casa no primeiro jogo, os bávaros registaram dois apuramentos e duas eliminações.
O registo do Bayern no desempate por penalties nas competições da UEFA é de 5V 1D:
  • 5-4 - Chelsea FC, SuperTaça Europeia da UEFA de 2013
  • 3-4 - Chelsea FC, final de 2011/12 da UEFA Champions League
  • 3-1 - Real Madrid CF, meias-finais de 2011/12 da UEFA Champions League
  • 5-4 - Valencia CF, final de 2000/01 da UEFA Champions League
  • 9-8 - PAOK FC, segunda eliminatória da Taça UEFA de 1983/84
  • 4-3 - Åtvidabergs FF, primeira eliminatória da Taça dos Campeões Europeus de 1973/74

Ligações entre jogadores e treinadores

  • Júlio César fez parte da equipa do FC Internazionale Milano que bateu o Bayern por 2-0 na final de 2010 da UEFA Champions League, em Madrid. O guarda-redes brasileiro ajudou também formação de Milão a vencer por 3-2 em Munique nos oitavos-de-final da temporada seguinte, em que o Bayern seguiu em frente graças aos golos fora após empate 3-3 na soma das duas mãos. Holger Badstuber, Philipp Lahm, Arjen Robben e Thomas Müller faziam parte da equipa do Bayern.
  • Arturo Vidal estava na Juventus quando esta foi derrotada pelo Benfica por 2-1, no conjunto das duas mãos, nas meias-finais da UEFA Europa League 2013/14.
  • Kostas Mitroglou, avançado internacional grego do Benfica, tem cidadania alemã e, em jovem, passou pelos quadros do MSV Duisburg e do VfL Borussia Mönchengladbach.
  • Mitroglou marcou por duas vezes na vitória por 2-0 da Grécia sobre a Áustria de David Alaba, num jogo amigável disputado a 14 de Agosto de 2013.
  • Colegas de selecção: Rafinha e Douglas Costa - Júlio César, Luisão e Jonas (Brasil); Medhi Benatia - Mehdi Carcela-González (Marrocos).
  • Mario Götze marcou pela Alemanha numa derrota por 4-2 ante a Argentina de Nicolás Gaitán (suplente utilizado), num amigável disputado a 14 de Setembro de 2014. Manuel Neuer e Thomas Müller também alinharam pela selecção alemã nesse jogo.
  • Um "hat-trick" de Müller ajudou a Alemanha a derrotar Portugal por 4-0 na fase de grupos do Campeonato do Mundo de 2014. André Almeida jogou pela seleçcão lusa, Neuer, Philipp Lahm, Jérôme Boateng e Götze também estiveram em campo pela germânica.
  • Neuer, Lahm, Boateng e Müller – autor do primeiro golo – estiveram também na equipa quando a Alemanha bateu o Brasil, por 7-1, nas meias-finais do Campeonato do Mundo de 2014. Júlio César defendeu a baliza brasileira nesse jogo.
  • Júlio César e o Brasil foram depois derrotados por 3-0 pela Holanda, que contou com Arjen Robben, no jogo de atribuição do terceiro lugar.

Factos do jogo

Benfica
  • Pizzi, Luisão e Gonçalo Guedes estão a um cartão amarelo de cumprirem castigo.
  • Autor de 18 golos em 18 jogos pelo clube em todas as competições em 2016, Jonas está suspenso e não defronta o Bayern em Lisboa.
  • O Benfica ganhou 20 dos últimos 22 jogos em todas as competições, sendo as excepções as derrotas por 2-1 em casa frente ao Porto, a 12 de Fevereiro e por 1-0 em Munique.
  • As "águias" deram a volta e bateram fora a A. Académica de Coimbra no sábado, por 2-1, num jogo em que Raúl Jiménez marcou o golo da vitória aos 85 minutos, pouco depois de ter entrado.
  • O Benfica só ficou uma vez em branco esta época, na derrota por 3-0 com o rival Sporting Clube de Portugal, a 25 de Outubro.
  • Os "encarnados" venceram 12 dos 19 jogos disputados em casa esta época por uma diferença de pelo menos dois golos.
  • Júlio César (adutor direito) está afastado dos relvados desde o início de Março.
  • Luisão (que estava de fora desde 21 de Novembro devido a uma fractura no braço esquerdo) foi convocado para a partida em Coimbra, não tendo saído do banco.
Bayern
  • Juan Bernat, Boateng, Joshua Kimmich, Robert Lewandowski e Vidal cumprem castigo se virem um cartão amarelo.
  • O Bayern venceu os últimos seis jogos na sequência da vitória por 3-1 no terreno do VfB Stuttgart.
  • A primeira mão com o Benfica foi o 150º jogo de Guardiola no comando do Bayern. O espanhol totaliza V116 E14 D20.
  • Lewandowski marcou 44 golos em 49 jogos pelo clube e pela selecção em 2015/16.
  • Müller atingiu novo máximo pessoal com os 19 golos que marcou esta época na Bundesliga.
  • Benatia não joga desde que sofreu uma lesão numa coxa no treino a 25 de Março.
  • Robben (adutor) está afastado dos relvados desde 13 de Março.
  • Badstuber fracturou um tornozelo no treino de 13 de Fevereiro e não joga mais esta época.
  • Boateng aguarda o regresso após a lesão numa virilha sofrida no triunfo por 2-1 no terreno do Hamburger SV, a 22 de Janeiro.

Sala de Imprensa

Rui Vitória: "Dedicação, inspiração e motivação"

Vai ser um Estádio da Luz lotado, em ambiente verdadeiramente infernal, aquele que vai acolher esta quarta-feira a 2.ª mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.
Em desvantagem (1-0), o SL Benfica recebe o poderoso Bayern de Munique… e a eliminatória está em aberto.
"Temos de ser uma equipa a jogar nos limites da organização defensiva. Vamos encontrar uma equipa tremendamente difícil, um candidato a ganhar esta prova. Jogam igual em casa e fora, portanto, temos de jogar nos limites e ser atrevidos ofensivamente. Não vale a pena fazer muitos raciocínios. Disse que esta seria uma eliminatória difícil e continua a ser. Por isso, temos de estar no RedLine, sempre com enorme dedicação, inspiração e motivação. O Bayern tem um cariz de jogo muito ofensivo. O ter a bola e o controlar o jogo é uma das premissas deste jogo. E amanhã vai querer a mesma coisa. A nós, resta contrariar isso e colocar as nossas armas em campo", começou por dizer Rui Vitória, na antevisão ao jogo, realizada esta terça-feira, no Estádio da Luz.
Gaitán não treinou esta manhã e ainda não é certa a sua utilização…
"Só amanhã é que vamos decidir e não estou a dizer isto para fazer tabu. Só mesmo em cima da hora do jogo é que saberemos. Estamos no grupo das oito melhores equipas da Europa, é algo tremendamente difícil de alcançar e que tem enorme significado. É mais do mesmo do que temos vindo a fazer. Foi assim em Munique e será assim agora. Esta é a nossa forma de estar. Lutar para ganhar sempre!", explicou o treinador.
Na Alemanha o SL Benfica conseguiu anular alguns dos pontos fortes dos bávaros… a lição está estudada?
"Foi um jogo que já passou e foi muito bom do ponto de vista da organização. Eles têm recursos que, se não der de uma forma, vão por outro caminho e nós sabemos disso. Passa um bocadinho por entender, mas muitos treinadores codificam. Portanto, é importante reconhecer a valia do adversário e o que o jogo nos está a mostrar e depois então colocar as nossas virtudes, que são boas e que têm dado resultado", argumentou.
E Renato Sanches?
"Faz parte do puzzle que é a nossa equipa. Cada um tem a sua função. É um jovem que tem um caminho longo pela frente. Se para o ano estará cá, é algo que não nos preocupa. Mas antevejo um grande trajeto na Europa", disse taxativamente.
Como é que a equipa se preparou para este desafio? Está à espera de um Inferno na Luz?
"Trabalhámos tudo o que pode acontecer. As grandes penalidades também. Sobre a outra questão, quem viu o que nós vimos, em Munique, cinco mil benfiquistas a mostrar o que é o Benfica. Naquele dia, disse que se cinco mil fizeram aquilo, então 65 mil... Sabemos que os adeptos vêm entusiasmados e nós também temos de ter esse entusiasmo e alegria no jogo mas com lucidez e inteligência para o encarar. Será um Inferno da Luz a recordar as grandes noites europeias. E acredito que o Bayern vai sair com uma boa recordação do nosso Estádio… e espero que seja apenas essa", argumentou o técnico das "águias".
Como é que tem visto o discurso de Guardiola e dos jogadores do Bayern… um discurso agora mais cauteloso? Como costuma dizer: "respeitinho é muito bonito e eu gosto!"
"Com muito agrado. As grandes pessoas e os grandes feitos aparecem nas pequenas coisas. Um treinador de grande nível e um clube de enorme dimensão tem um grande respeito pelo Benfica atual e pelo Benfica de dimensão europeia. Isto é que faz sentido. Assim é que é bonito. Amanhã, todos vamos tentar vencer mas todos temos respeito", concluiu Rui Vitória.

Pizzi & Raúl: "Temos a lição bem estudada"

Quarta-feira de emoções fortes na Catedral, com Sport Lisboa e Benfica e Bayern de Munique a defrontarem-se em busca de um lugar nas meias finais da Liga dos Campeões.
Depois do 1-0 na Allianz Arena, a eliminatória está em aberto, e só um enorme Benfica, num Estádio da Luz lotado, poderá concretizar a reviravolta na eliminatória e levar de vencida os bávaros.
Na antevisão ao desafio referente à 2.ª mão dos quartos de final, Pizzi e Raúl marcaram presença na Sala de Conferências de Imprensa do Estádio da Luz.
"Na 1.ª mão ficou demonstrado que tínhamos a lição bem estudada e as ideias na cabeça. Amanhã, queremos fazer um grande jogo e limitar o Bayern nas suas qualidades. Temos pela frente um rival muito bom, a nível individual e coletivo, mas vamos tentar fazer o nosso jogo e queremos passar a eliminatória", começou por dizer Pizzi.
"Todos sabemos da qualidade do Jonas, do que ele tem feito. Toda a gente sabe da qualidade que tem e da falta que pode fazer ao nosso jogo. Mas temos jogadores com qualidade no plantel. Quem entrar irá dar o máximo para ajudar o Benfica", explicou o médio relativamente à ausência do "artilheiro" das "águias" devido a acumulação de amarelos.
Como está a equipa a encarar o jogo de quarta-feira?
"Estamos em desvantagem e vai ser um jogo bastante complicado. Vamos defrontar uma grande equipa, que tanto fora como em casa cria perigo. Mas estamos preparados. Temos as coisas na cabeça e a lição bem estudada. Temos todos que dar um extra, sabendo que do outro lado estão jogadores que podem desequilibrar. Se a vitória terá um gosto especial? Claro que terá um gosto especial. O Bayern é uma grande equipa. Mas qualquer vitória é boa. Estamos num ciclo de vitórias e queremos continuar. Teremos um forte apoio do nosso público. Juntos, faremos um bom jogo, eles bem merecem e queremos continuar dar-lhes alegrias", explicou.
Sem Jonas, Raúl é uma das opções para a frente atacante da equipa...
"O mister é quem decide quem está em bom momento e quem é que vai render o Jonas. Estou pronto para jogar 12 ou 90 minutos. Estou determinado. Estou contente por ter ajudado a equipa na última partida a conseguir a vitória, mas agora vamos pensar a cem por cento no Bayern", começou por dizer Raúl.
É diferente jogar no Campeonato e na Champions?
"Todas as partidas são diferentes, cada uma tem a sua importância e história. Amanhã, será difícil. Temos de dar tudo e entrar em campo para dar o nosso melhor. Só assim é possível fazer a diferença. Estou com muita ambição. Estes são os jogos que todos querem jogar. Estou com grande motivação e quero mostrar aquilo que sou capaz. Estes jogos são os jogos que desde criança vemos e onde queremos ", concluiu Raúl.

Lista de Convocados

  • Guarda-redes: Ederson e Paulo Lopes;
  • Defesas: Luisão, Lindelof, Eliseu, Sílvio, Jardel, André almeida e Nélson Semedo;
  • Médios: Fejsa, Samaris, Gaitán, Salvio, Gonçalo Guedes, Pizzi, Talisca, Carcela e Renato Sanches;
  • Avançados: Raúl, Mitroglou e Luka.

Boletim Clínico

  • Nuno Santos: Status pós-cirurgia ao joelho esquerdo;
  • Júlio César: Rotura insercional do tendão do adutor direito;
  • Lisandro: Lombalgia.

XI Provável

Mitroglou Jiménez
Gaitán Samaris Renato Sanches Pizzi
Eliseu Jardel Lindelöf André Almeida
Ederson

Talking Points

  • Jonas está castigado, abrindo caminho à entrada de Raúl Jiménez. Acha que o ponta-de-lança mexicano está à altura da tarefa? Rui Vitória deve mudar o esquema tático face à ausência de Jonas?
  • Que jogador terá que fazer acontecer, superar-se a si próprio e embalar a equipa para a vitória?
  • Que jogador ou aspeto do jogo do adversário constitui-se como a maior ameaça para o SL Benfica?
  • Qual é o seu onze inicial, estrutura e dinâmicas preferidos para este jogo?
  • Qual é a sua previsão sobre o resultado final e os marcadores?
submitted by fidjudisomada to benfica [link] [comments]